Produtos naturais / Suplementos Alimentares

Portes de correio Grátis. Pedidos de Valor Superior a 30 Euros. Para Portugal.
Envio Gratuito. Para los pedidos superiores a 50 Euros. Para España.
21 8223546 96 0489987

Melatonina: Um sonifero natural

Um meio eficaz contra a insónia

Assim que a luz do dia enfraquece, a sua glândula pineal, que está localizado no seu cérebro começa a secretar melatonina. Esta substância, que é uma hormona natural, prepara o corpo para dormir e descansar.
 Com efeito, a glândula pineal está directamente ligado ao nervo óptico: ela está em sintonia com a luz. É por isso que a melatonina é conhecida como a hormona que regula o relógio biológico, também conhecido como ritmo vigília-sono ou o ritmo circadiano. É por isso que as pessoas cegas, muitas vezes têm problemas em dormir.

Todos os organismos vivos sem excepção têm melatonina: animais, plantas, algas, batérias, etc. O que lhes permite adaptarem-se ao dia e à noite, assim como às estações do ano.
Segundo os pesquisadores, a melatonina está ligada ao surgimento da vida na terra, e é uma das moléculas mais antigas, que se manteve inalterada desde os primórdios da humanidade. No entanto, muitos factores presentes na vida moderna retardam ou bloqueiam a produção da melatonina: luz eléctrica, medicamentos, ondas electromagnéticas.

Tomar um pouco de melatonina à noite antes de ir para a cama pode, portanto, ajudar as pessoas com insónias a encontrar um sono reparador e de qualidade. Mas antes de lhes dizer como, examinemos os factores anti-melatonina, pois é principalmente protegendo-vos deles que pode melhorar o seu sono:

Os medicamentos

De todos os meios conhecidos por destruírem as reservas naturais de malatonina, se excluirmos o tabaco e o álcool, é sem dúvida o consumo regular de certos medicamentos, em particular, os soníferos e os ansiolíticos.
Mais preocupante no entanto, esses medicamentos são cada vez mais consumidos pelos jovens: 6% dos com idade inferior a 25 anos, dizem que tomam esses medicamentos. Finalmente, quase metade (49%) com mais de 75 anos declararam que os tomam numa base regular, de modo que esta família de medicamentos, é suspeito de favorecer certas doenças do sistema nervoso, como o Alzheimer!

Os campos electro-magnéticos fazem também baixar os níveis de melatonina

Se aplicarmos campos magnéticos sobre a cabeça de roedores, não só os seus níveis de melatonina caiem cerca de 50%, como também estes campos resultam no mau funcionamento da glândula pineal, que segrega melatonina. Se vive numa cidade moderna, o seu corpo está provavelmente, rodeado por ondas electromagnéticas de diferentes fontes: telemóveis, rádios, antenas, aparelhos eléctricos. O nosso corpo não sabe ver a diferença entre os campos energéticos naturais e os campos artificiais. Esta poluição invisível afecta directamente a melatonina, o que poderá explicar porque, é que os distúrbios do sono são uma epidemia em constante aumento nos países industrializados.

Quem pode tomar e porquê?

A melatonina poderá ajudar sobretudo, se:

  • Adormece tarde e acorda muito cedo,
  • Se acorda várias vezes durante a noite e se adormece de dia ou faz sestas,
  • Se tem dificuldade em adormecer,
  • Se trabalha em horários com turnos nocturnos.

Tomar uma suplementação de melatonina não afeta a secreção natural pela glândula pineal, nem a curto, nem a médio, nem a longo prazo. Isto significa que não há o fenómeno da habituação.
Uma das principais vantagens da melatonina é que ela não afecta a memória nem as funções cognitivas ao contrário dos medicamentos da classe de soníferos e ansiolíticos. A melatonina é uma substância particularmente eficaz para as pessoas que, passaram 45 anos, a ter um sono de má qualidade, com vários despertares.

Diferença horária

Vários estudos mostram que a melatonina reduz significativamente os sintomas causados pelo jet lag. Ajuda não só a adormecer mais rápido, mas também a adaptar os nossos ritmos biológicos à hora local. Ajustando assim o relógio interno, e reduzindo pela metade o número de dias que normalmente sofreríamos de jet lag. É por isso que hoje é amplamente utilizado por pilotos e hospedeiras.

Que dose tomar?

Para dormir, é mais eficaz uma dose pequena de melatonina do que uma grande. O efeito ocorre a partir de 2 mg/dia, tomar uma meia hora antes de se deitar.

Toxicidade

A melatonina é considerada pelas autoridades como um produto muito seguro. Desde 16 maio de 2012, é permitido mesmo às empresas que vendem a melatonina, indicar na embalagem que "contribui para reduzir os efeitos do jet lag" e "reduzir a duração do sono. "(Regulamento (UE) n º 432/2012 da Comissão). Quando sabemos da dificuldade com a qual Bruxelas permite tais alegações terapêuticas para produtos naturais de venda livre, é um reconhecimento bem sólido em relação à melatonina. No entanto, nunca deve tomar melatonina sem supervisão médica em casos de cancro ou epilepsia. Se quiser beneficiar dos efeitos da melatonina para acompanhar a quimioterapia, faça-o apenas de acordo com o seu médico.

Onde a encontrar?

Pode encontrar na nossa loja online, aqui:

Melatonin »
Melatonina 1.94mg »
Melatonina Plus (com L-Teanina) »